“Muda Brasil, a hora é agora!”

Enfatizo que se nós estamos com problemas graves, a cadeia produtiva como um todo também sofre essas consequências danosas. A indústria de base situada em Sertãozinho e municípios vizinhos, bem como a região de Piracicaba, também passa por sérias e graves dificuldades. Algumas dessas empresas fornecedoras de produtos e serviços, a exemplo de 70 indústrias sucroalcooleiras, já fecharam suas portas e outras tantas estão em processo de recuperação judicial e, outras deverão seguir o mesmo caminho desse desastroso cenário.
 
O comércio vive a queda de vendas e essa situação deve se agravar com o início da entressafra que, certamente, este ano, será das maiores. Estamos terminando a safra mais cedo (tivemos menos cana para colher e a estiagem prolongada ajudou o andamento e forçou a antecipação da safra) e, o que é presumível, a próxima safra começará mais tarde (a seca não deixou a cana se desenvolver e não estará em condições de qualidade para colheita em março/abril como de costume).
 
A situação é ainda pior em municípios onde usinas foram fechadas. Municípios que prosperaram na fase de expansão nos anos 2005 e 2010 e depois fracassaram a exemplo do nosso setor. É certo que com o fim da safra vem a dispensa dos trabalhadores dos regimes de contratação por período de safra.
 
Com a economia encolhendo, o crescimento do País quase perto do zero, será difícil a recomposição do emprego e justo às vésperas de dezembro, mês das comemorações do Natal e do Ano Novo.
 
Como disse, isso tem tudo a ver com a gestão do atual Governo, cuja política econômica insiste em segurar a inflação por meio do controle de preços, caso da gasolina, e não cortam os gastos públicos estratosféricos. Essa depressão e falta de ânimo se acirra com notícias de corrupção, deficiências no atendimento à saúde, piora nas bases da educação, falta de infraestrutura, insegurança pública e jurídica e tantas coisas mais que mostram o desapego à responsabilidade pública.
 
 
Estamos em época de eleições e no segundo turno houve fortíssima sinalização e sensibilidade de que a população quer mudanças. Essa oportunidade bate à nossa porta. É preciso ter coragem e determinação para enfrentar a atual situação e mudar para melhor esse nosso País.
 
Nessa hora, é preciso ter bem claro na nossa mente que toda essa malversação do dinheiro público e a corrupção desenfreada que espolia o bolso de quem trabalha árdua e honestamente só tem o destino de enriquecer indevidamente um grupo de pessoas privilegiadas com favorecimentos de toda espécie.
 
Imaginem esses bilhões de reais de recursos muito bem aplicados o quanto melhorariam nossa qualidade de vida? A prosperidade, a segurança, a educação, a saúde, transportes coletivos, assistência social, a confiança nos governantes, a perspectiva de melhores trabalhos e renda fazem bem à saúde de todos nós!
 
Com esse pensamento é que me animo a conclamar os produtores para somarem conosco este processo de mudança de Governo para que o Brasil possa mudar de rumo. O povo brasileiro é bom, é trabalhador e todos nós precisamos que essa mudança aconteça para o nosso bem e das nossas futuras gerações.
 
Na hora de votar, pense seriamente na família, na propriedade, no trabalho, etc.
Vamos fazer a nossa parte. A hora é agora. Vote para mudar nosso Brasil!
Fonte: Canaoeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *