Marina diz que decidirá com PSB quem apoiará no segundo turno

Em seu primeiro pronunciamento após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmar Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) no segundo turno da eleição presidencial, a candidata do PSB, Marina Silva, afirmou que não se considera uma “derrotada” por ficar fora da etapa decisiva da disputa pelo Palácio do Planalto e que ela e os dirigentes do PSB devem se reunir em breve para definir uma posição para o segundo turno.
“Queremos tomar uma posição conjunta [sobre eventual apoio no segundo turno], baseado naquilo que nos une, que é o nosso programa. Faremos nossas reuniões e dialogaremos internamente”, disse Marina em entrevista coletiva em São Paulo, ressaltando que o encontro deve ocorrer “dentro do sentido de urgência” que o segundo turno exige.
Do G1.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *