IFPE faz adequação do vestibular 2013 à Lei de Cotas

O Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) realiza adequação em seu Vestibular Unificado 2013 com objetivo de atender à Portaria nº 18 de 2012/MEC e ao Decreto nº 7.824 de 11 de outubro de 2012, que regulamenta a Lei nº 12.711/2012 (Lei de cotas nas instituições federais). O Decreto, publicado na última segunda-feira (15), no Diário Oficial da União, determina a aplicação de cotas, inclusive raciais, já em 2012.
O oferecimento de cotas sociais e raciais (índios, negros e pardos) reflete algumas das mudanças. Metade de todas as vagas oferecidas no Vestibular, que já era destinada aos oriundos da rede pública de ensino, será divida de acordo com os novos critérios regulamentados pelo Decreto.
Dessas vagas, que serão ocupadas por quem vem das escolas públicas, metade é reservada para candidatos com renda per capita familiar de até 1,5 salário mínimo. A outra metade para os que têm renda familiar per capita acima desse valor. Dentro desses percentuais, haverá a distribuição das cotas raciais, que obedecerá ao índice de 62,4%. Esse número é obtido através do somatório da população de negros, pardos e índios no estado de Pernambuco, de acordo com o último censo realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O índice utilizado para a cota racial muda na oferta de vagas nos polos de Educação a Distância (EaD) em Santana do Ipanema – AL (67,83%) e em Dias D´Ávila – BA (76,82%), baseados nos dados estatísticos desses estados.
Além das cotas social e racial, o IFPE mantém a dos moradores da zona rural ou filhos de agricultores, somente nos campi com vocação agrícola. Nesse caso, 25% das vagas reservadas para cotas serão preenchidas por esse público. Na aplicação dos percentuais, todos os números fracionados foram arredondados para cima. Com isso, o número de vagas sobe de 6.178 para 6.872. Uma aumento de 694 vagas, para contemplar a Lei e ampliar a inclusão.
Os prazos também serão alterados. As inscrições serão encerradas nesta quinta-feira (18) e reabertas a 0h da próxima segunda-feira (22), estendendo-se até o dia 29 de outubro, somente pela internet. Nesse novo prazo, todos os candidatos que já se inscreveram dentro das cotas para os oriundos da rede pública de ensino, terão que, obrigatoriamente, retornar ao sistema, para se adequar à nova situação estabelecida pela Lei. Ele poderá optar pelas cotas social ou racial. Quem já se inscreveu no regime de livre concorrência, não precisa retornar ao sistema.
Também nesse prazo, serão aceitas novas inscrições. Os interessados deverão se inscrever, normalmente, pelo site http://cvest.ifpe.edu.br. Durante o processo, eles terão a opção de participar do regime de cotas. O prazo de pagamento da taxa inscrição também foi alterado. Poderá ser feito até o dia 30 de outubro exclusivamente nas agências do Banco do Brasil.
Os demais prazos do vestibular estão mantidos. No período de 19 a 23 de novembro, os candidatos terão que acessar o sistema para retirar o cartão de inscrição. Nele, haverá a informação do local de prova. Esse também é o período em que será possível solicitar mudanças em informações como nome, número de identidade ou CPF, caso as mesmas estejam incorretas no cartão de inscrição. A retificação só poderá ser feita presencialmente, em um dos campi do Instituto. A data da prova continua marcada para o dia 16 de dezembro.
por IFPE.EDU

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *