SEM EMPREGO E NA FILA: Crise atinge jovens.

O estudo levanta um ponto importante para a análise: nas últimas décadas a economia da América Latina (Brasil incluso) melhorou, assim como a condição de vida de seus habitantes. “Estamos ante a geração mais educada que já tivemos, em países onde a pobreza reduziu”, disse a diretora regional da OIT para América Latina e Caribe, Elizabeth Tinoco, “mas essas melhoras não são evidentes para os jovens que saem em busca de um emprego digno”.

Ler mais